Doce lembrança

father with son in summer playing with kite

Hoje me bateu uma (e) terna lembrança,
Suave, semelhante à brisa fina da manhã.
Boas recordações do tempo ido de criança,
Onde eu brincava, sem pensar, no amanhã.

Deixei fluir, encantar-se nesta atmosfera;
Bolas de gude na areia – doce inocência,
Pipas no campo, ao céu azul da primavera,
É inesquecível em minha vida, existência.

É bom lembrar-se de quão feliz emoção,
Junta com o aprendizado de tantos anos.
Retratos da vida, guardados no coração.

De um tempo mágico que não volta mais,
Ainda que fale a criança, mas com planos.
Penso no labor, com enfoque nos ideais.

Elias Akhenaton.

Soneto dos teus olhos

picture-160734

Quão belo e inspirador em minha vida
É o brilho da luz do teu meigo olhar!
Espelho de uma divina alma refletida,
Gêmea da minha, na vontade de amar.

Em teu olhar viajo ao espaço etéreo,
Enlevado na beleza (e) terna do teu ser
E perto do sagrado manto azul sidéreo,
Sou pássaro feliz, grato, ao alvorecer.

Teu olhar possui o esplendor do sol
Que alumia a senda deste peregrino,
No fim da tarde, o canto do rouxinol.

É doce magia, encantando meu destino.
Enquanto Deus pinta o céu de arrebol,
Declaro o meu amor, puro e cristalino.

Elias Akhenaton

A lua e o sol do poeta…

luz-e-sol

É fim de noite, serena madrugada,
Despede-se a Lua cheia encantada,
Saudando no campo, a rubra flor…
Vai repousar nos braços do criador.

Com a alma tristonha, o poeta dar adeus
Para sua menina que com ele madrugou!
Em sua magia a poesia brotou,
Todo sentimento que ela inspirou.

Não fica triste poeta, o irmão Sol raiou!
Ele também é companhia…
É vida que faz germinar o grão,
Em cada pedacinho de chão…
Aquece-te em sua alegria,
Ao romper de sua aurora,
Que desponta agora, sem demora…

Escuta o canto dos pássaros
À beira do riacho…
Sintoniza-te com toda essa beleza,
E deixa aflorar tua verve de trovador,
Escreve teus versos
Que em teu coração, Deus semeou,
Com todo o seu amor!

Elias Akhenaton.

Delicadeza…

delicadeza

“Delicadeza é um dom da alma nobre; que sabe amar, doar, amparar e encantar com sua doçura, consciente de que nela, habita a respiração da divindade!”.

Elias Akhenaton.

Alma de Guerreiro

alma-de-guerreiro-2

No fecundante jardim da existência,
Sente-se o aroma de variadas flores,
Cada uma com sua marcante essência;
Numas alegrias, noutras dissabores.

Faz parte da nossa vida… Trajetória.
É vital manter no interior a confiança,
Deixar o nome eternizado na história,
De quem usou a insígnia da esperança…

Como um Templário, bravo cavaleiro,
Que com fé, desvendou o santo graal,
Dentro de sua alma nobre de guerreiro.

E unindo a força com a determinação,
Usou esse segredo de forma especial,
Vencendo a sua mais triste emoção.

Elias Akhenaton.’.

Haikai

haikai

À beira do lago
Na inquietude d’alma –
A natureza acalma.

Elias Akhenaton.
———————————-
No lago zen
Sob o céu azul –
Voa minh’alma.

Elias Akhenaton.

Entradas Mais Antigas Anteriores

Principais posts & páginas

Member of The Internet Defense League

Cida Gonzaga

Um pouco de tudo, para todos!

Habeebaty Writes

Just a girl with a pen

Zoe Ambler - Author

I go bump in the Night

serunserdeluz

EN BUSCA DE LA ESPIRITUALIDAD Y LA LUZ

HISTORIA, CIENCIA, AZTECAS, MITO, CALENDARIO, ANTROPOLOGÍA

TAMBIÉN MUERTE, LEYENDAS, PES, MAGIA, RELIGIONES, EXTRATERRESTRES, ARQUEOLOGÍA, HOMO SAPIENS Y MÁS

sindescritores.wordpress.com/

Tudo sobre o Sindicato dos Escritores do Distrito Federal

le zazí.

literatura, livros e mercado editorial.

Por dentro da Dor Orofacial

Por Juliana Stuginski Barbosa

Escritores.online

Motor de busca, notícias, vídeos de escritores

Língua - LEM

Profª Maria Glalcy Fequetia Dalcim - IFSP - Campus Avaré

Aline Oliveira #NãoSouObrigada

Variedades e Literatura Contemporânea

%d blogueiros gostam disto: