Assinatura RSS

Arquivo do mês: março 2017

Gratidão

Gratidão (2)

Quando a luz do sol,
Brilhar reluzente no horizonte,
E meus olhos se abrirem para o novo dia…
Que seja de gratidão, minha oração,
Ao ver minha irmã, meu irmão,
Filhos do mesmo pai criador.

E unidos ao canto dos passarinhos,
Enlevados pelo perfume da brisa da manhã,
Possamos louvar a Deus,
Com a mais doce melodia, pelo presente da vida,
E o seu incomensurável amor.

Elias Akhenaton.

Haikai

beija flor triste outono

Galho sem flores
Na estação de outono –
Triste beija-flor.

Elias Akhenaton.

Caminheiro da Vida

Caminheiro da vida

Sou caminheiro da vida,
Sou passarinho beija-flor.
Um mochileiro com o coração,
Carregado de amor,
Viajando pelo mundo,
Em busca da seiva da flor…

Sou também um escultor,
Lapidando as asperezas
Da pedra bruta existente
Em meu interior…

Transmutando meu ego
Na mais pura essência espiritual.
Um alquimista em potencial,
Trabalhando a força mental,
Verdadeira pedra filosofal…

Minh’alma é imortal,
Templo universal.
Sou neófito, estudante, eterno aprendiz,
É a vida quem diz
E disso não me engano,
Na roda que gira a caravana da vida:
Um peregrino cigano…

Adoro e venero o
Arquiteto divino, Pai Criador
E falo com muito amor.
Sou poeta, das emoções, um pescador,
Caminheiro da vida
Com muito louvor,
Na senda da Luz, Vida e Amor!

Elias Akhenaton.’.

Teu jeito de ser

teu jeito de ser

É divinal teu jeito de ser, assim,
Despojada, com ar de liberdade.
Os poros exalando sensualidade,
Posando convidativa, para mim.

Com certeza, uma fada do amor,
Exibindo seu charme de sedução.
Inspirando em mim, doce paixão,
Fascinado em teu modo sedutor.

O olhar aberto em teu semblante,
De mulher menina, pura ternura,
Manifesta-se uma alma brilhante.

Enfim, a tua beleza é estonteante.
Vou-me prender à tua formosura,
Amando-te amiúde, e incessante.

Elias Akhenaton.

A liberdade da poesia…

liberdade da poesia

A poesia emana livre, da nascente
Cardíaca. Não dá para ser contida,
A intensidade, a força da vertente.
Memórias, sonhos, relatos da vida…

Escorrendo do peito para a caneta,
Em odes ornadas de espinho e flor:
Lágrimas e alegrias do bardo poeta,
Seja ela qual for, tem sua fé e amor.

Alguns dizem que ficam nos dedos,
Suas emoções. Nunca! No coração,
Elas se manifestam, sem segredos.

A janela do peito é sempre aberta,
Para transcender a sua inspiração,
Assim, a poesia flui plena, liberta!

Elias Akhenaton.

Das Blog 

bettinametzler.com

Transbordar-se

Sobre o amor que não cabe em nós e transborda.

Tales of Belle

Beauty & the Books

ANIME-MAX , ASAPHUNT

#Anime , For love of Anime

Dicas da Nic

Lugar para aprender um pouco de cada. Dicas de makes,penteados,unhas, tatuagens.

Coração Inquieto

No espaço entre o que sou e o que quero ser, meu coração voa.

Ophelia's

Speaking Out on the Unspeakable

Thaís Brülinger

Sobre millennials e experiências

Inova Idea Viagens | Travel Designer

experiências | incentivo | lazer

DiVina e vinho

Relatos e experiências sobre o universo dos vinhos

%d blogueiros gostam disto: