Assinatura RSS

Arquivo da tag: alegria

Minha emoção reluz…

beija-flor

Não acorrento a emoção sentida.
Minha alma têm jardins, onde se aninham aves e passarinhos.
Habitando, entre tantos, um pequenino beija-flor,
Com sua amada, a fascinante rubra flor.

De lá, são libertos, para voarem ao mundo,
Perfumando os horizontes, cantando versos profundos:
De amores, sonhos, memórias alegres, quiçá tristes, porque não?
Quem não verteu lágrimas sofridas, no seu céu, por mais guerreiro?

Por isso, dou toda liberdade à emoção,
Que reluz em meu templo, acima do ceticismo da razão.
Comungando no púlpito, a poesia,
Que afaga e acalenta minh’ alma…

Que é pedra nativa, mas em evolução,
Constituída de fragmentos da divindade.
De onde voa uma águia, cheia de fé e perseverança,
Renovada para uma nova jornada, a cada nascer do sol.

Assim, peregrina, viaja na areia do tempo,
Com o peito aberto, revelando inspirações.
Aliviando o coração, todo o bem que a poesia trás.
Desideratos de paz.

Elias Akhenaton.

Beija-flor cigano

sol nascendo

No girar incessante, da roda da vida,
Contemplo esperançoso o horizonte.
Sob o céu azul da manhã, vou à lida,
Com o sol no caminho, e fé na fronte.

Voo nas asas da majestosa liberdade,
Sou filho do vento, da terra, do mar.
Em qualquer paragem, há felicidade,
Inda mais numa noite meiga ao luar.

Despediu-se o sol, vem à lua, então –
Ao som do violão, danço a melodia,
Com Flor de Lis, cigana do coração…

De um caminheiro beija-flor cigano,
Que carrega no peito, amor e alegria.
Com a caravana, em Deus soberano.

Elias Akhenaton.

O teu sorriso

o-teu-sorriso

Eu quero o teu sorriso sincero,
Irradiando minh’alma de alegria.
Um semblante que tanto venero,
Musa da minha (e) terna poesia.

Tu és como um jardim florido,
E o amanhecer sadio do sertão.
Cura dum ser que estava ferido,
Hoje é vida – amor no coração.

Estou totalmente apaixonado,
Renovado por sentir algo assim.
Quero está sempre ao teu lado,
Ter você eternamente p’ra mim.

Farei de tudo para te fazer feliz,
Teu contentamento é precioso,
É um bem que eu sempre quis,
Um sorriso gentil; tão amoroso!

Elias Akhenaton.

Sorriso de uma Criança!

Sorriso de uma Criança

Quão meigo o sorriso de uma criança!
Singelo, igual ao de um anjo querubim.
Luz de Deus em uma eterna esperança,
Em um mundo de paz, belo como jardim.

O sorriso de uma criança é verdadeiro,
Puro e cheio de ternura como uma flor.
Presente divino, é inocente por inteiro,
Revelando sentimentos nobres de amor…

Que exalam lá do fundo do seu coração,
Irradiando paz para o nosso bem viver,
Despertando-nos plena contemplação,
É a própria face de Deus a nos bendizer.

O sorriso de uma criança vem da alma,
Por isso nos encanta com sua confiança,
Sensibilidade, docilidade. Seu ser acalma.
Como é meigo o sorriso de uma criança!

Elias Akhenaton.

Amor e Poesia

duas-rosas-vermelhas-e-de-imagem-em-forma-de-coracao_38-4181

Quero aspirar à essência do Amor
Por toda a minha vida, em cada dia.
Ter n’ alma quão bela e formosa flor,
Eternizada nos versos duma Poesia!

Cultivando as coisas boas por certo,
Colhendo o bem em meu caminhar.
O coração completamente aberto,
A toda boa forma, sincera de amar.

Dou glória a Deus, pela inspiração!
O Amor e a Poesia em meu caminho.
Duas flores; no canteiro da emoção.

O Amor está em meus pensamentos
E nos versos da Poesia. Suave carinho
Que atrai outros nobres sentimentos.

Elias Akhenaton

Tales of Belle

Beauty & the Books

ANIME-MAX , ASAPHUNT

#Anime , For love of Anime

Dicas da Nic

Lugar para aprender um pouco de cada. Dicas de makes,penteados,unhas, tatuagens.

Coração Inquieto

No espaço entre o que sou e o que quero ser, meu coração voa.

Ophelia's

Speaking Out on the Unspeakable

Thaís Brülinger

Sobre millennials e experiências

Inova Idea Viagens | Travel Designer

experiências | incentivo | lazer

DiVina e vinho

Relatos e experiências sobre o universo dos vinhos

Caçadoras de ilusões

Já cacei amor e encontrei ilusão, hoje caço ilusão pra poder encontrar o amor.

Histórias no divã

apaixonados por livros/séries/filmes e psicologia

%d blogueiros gostam disto: