Contemplando a natureza

21 de abril de 2017 § 7 Comentários

Contemplando a Natureza

Sentado a margem da cachoeira,
À tardinha.
Observo a queda d’água,
Caindo e escorrendo por entre as pedras.

Ouço o barulhinho mágico desse
Elemento purificador e os cantos
Dos passarinhos vindos da mata verde…
Um encanto!

Quanta beleza a contemplar
Na divinal natureza!…
Inesgotável!

Deixo fluir meus pensamentos,
Elevando-os ao céu,
Enquanto uma chuva fina, passageira,
Cai devagarinho, molhando meu corpo,
Regando a flor de minha alma.

Oh! Quão belo é o arco-íris colorido,
Com sua ponta reluzente cruzando
Sobre o espelho d’água!

Surge o Astro-Rei, após a chuva.
Infinda é a contemplação,
Agora com o pôr do sol,
Com seu manto rubro…
E na cadência da inspiração,
A poesia pulsa;
Serena, em meu coração!

Elias Akhenaton.

A liberdade da poesia…

10 de março de 2017 § 16 Comentários

liberdade da poesia

A poesia emana livre, da nascente
Cardíaca. Não dá para ser contida,
A intensidade, a força da vertente.
Memórias, sonhos, relatos da vida…

Escorrendo do peito para a caneta,
Em odes ornadas de espinho e flor:
Lágrimas e alegrias do bardo poeta,
Seja ela qual for, tem sua fé e amor.

Alguns dizem que ficam nos dedos,
Suas emoções. Nunca! No coração,
Elas se manifestam, sem segredos.

A janela do peito é sempre aberta,
Para transcender a sua inspiração,
Assim, a poesia flui plena, liberta!

Elias Akhenaton.

A lua e o sol do poeta…

26 de fevereiro de 2017 § 5 Comentários

luz-e-sol

É fim de noite, serena madrugada,
Despede-se a Lua cheia encantada,
Saudando no campo, a rubra flor…
Vai repousar nos braços do criador.

Com a alma tristonha, o poeta dar adeus
Para sua menina que com ele madrugou!
Em sua magia a poesia brotou,
Todo sentimento que ela inspirou.

Não fica triste poeta, o irmão Sol raiou!
Ele também é companhia…
É vida que faz germinar o grão,
Em cada pedacinho de chão…
Aquece-te em sua alegria,
Ao romper de sua aurora,
Que desponta agora, sem demora…

Escuta o canto dos pássaros
À beira do riacho…
Sintoniza-te com toda essa beleza,
E deixa aflorar tua verve de trovador,
Escreve teus versos
Que em teu coração, Deus semeou,
Com todo o seu amor!

Elias Akhenaton.

Meu amor por você…

10 de fevereiro de 2017 § 10 Comentários

namoro

Quão divinal é meu amor por você!
Igual ao orvalho, caindo na rubra flor.
E minha fecunda fonte de inspiração,
Brotando com doçura, do coração…

Coração pleno de amor que me faz
Voar ao céu, levitar na imensidão.
Contemplando as nuvens límpidas
E arco-íris, reluzentes de emoção…

Assim é meu amor por você, baby.
Belo como o canto dos passarinhos
Ao arrebol, um cântico ponteado
De ternuras, meiguices e carinhos!

Amar você é renascer com alegria,
Com o peito cheio de esperança,
Na certeza de uma eterna aliança.
Ser a poesia que minh’alma canta!

Elias Akhenaton.

Onde estou?

Você está navegando em publicações marcadas com poesia em Beija-flor Cigano.

%d blogueiros gostam disto: